Arquivo de Negociar Dívidas

Renegociação de dívidas: orientações do SOS Dívidas

Muita gente começou 2014 com a resolução de Ano Novo de quitar suas dívidas e tirar o nome do SPC/Serasa. No entanto, conforme os meses vão passando (e principalmente agora em abril, no mês do “leão”!), vamos percebendo que quitar as dívidas pode continuar sendo só um sonho. Mas há algumas coisas que você pode fazer para conseguir as informações necessárias para a renegociação de dívidas. Leia só:

Renegociação de dívidas: orientações do SOS Dívidas

Como já falamos anteriormente, alguns fatores influenciam o processo de renegociação de dívidas e pagamento de dívidas para limpar o nome. Os principais são eles:

  • sua capacidade de pagamento em relação aos seus débitos;
  • a negociação dos juros embutidos na sua dívida – normalmente enormes;
  • a localização do credor – pela distância ou desconhecimento da localização do credor, muitas pessoas ficam com nome sujo;
  • a quantidade de dívidas que você tem atualmente;
  • e o principal: você realmente tem condições de pagar suas dívidas?

Como renegociar dívidas?

Depois de analisar esses fatores cuidadosamente, você deve passar para o passo de escolher as dívidas que são mais importantes para quitar. E é aí que o SOS Dívidas entra, com uma listinha das dívidas que você deve considerar prioritárias:

  • Dívidas que envolvam diretamente a subsistência do Devedor e de sua família: água, luz, telefone, condomínio, IPTU, escola, faculdade, etc. Quem tem dívidas prejudica logo estes itens, que são justamente os mais essenciais.
  • Dívidas pessoais, dívidas com fiadores – que normalmente são amigos -, dívidas em nome de alguém e dívidas com a família.
  • Dívidas com credores, de acordo com a disponibilidade e capacidade de pagamento, favorecendo primeiro as de pequeno porte. Dívidas com juros altos embutidos devem ser barganhadas bastante: quanto mais resistência, maiores os descontos.

E não se apresse em quitar tudo de uma vez. Primeiro porque, em muitas situações, o acúmulo de juros pelo atraso e a soma de todas as dívidas já dá um montante inviável de quitar de uma vez. E também é importante dar tempo ao tempo e esperar a melhor oferta de quitação de dívidas que você receber de cada credor – sendo que muitas ofertas vão melhorando conforme aumenta o tempo de atraso.

Como fazer o pagamento de dívidas?

renegociação de dívidas - foto: sxc

Foto: SXC

O primeiro passo é localizar o credor. Muitas vezes, a instituição à qual você devia originalmente vende a sua dívida para outra instituição. Com isso, você precisa se informar com quem você deve falar para negociar a pagar a dívida. Normalmente, as instituições que adquirem dívidas de outros credores entram em contato com os devedores para comunicar o repasse da dívida e tentar uma primeira negociação. Mas um contato com a instituição que cadastrou sua dívida no SPC/Serasa já deve ser necessária para saber o novo credor junto a quem você deve quitar sua dívida.

Vale lembrar que os melhores descontos são para quitações à vista, mas há sempre a opção de parcelar sua dívida. O que a instituição credora quer é receber o que você deve (ao menos em parte). Portanto, é muito comum que ofereçam opções de parcelamento nas quais, logo da primeira parcela, já se comprometam em limpar seu nome. Essa é uma forma mais rápida de limpar o nome mesmo sem ter o capital para quitação de dívidas à vista.

Se você deseja mais informações sobre negociação e pagamento de dívidas, conheça nosso livro Como negociar dívidas, elaborado pelo consultor, escritor e instrutor Emanuel Gonçalves da Silva, referência em negociação de dívidas em todo o Brasil.

Gostou do artigo? Deixe seu comentário e aproveite para sugerir temas para novos artigos. Não deixe de compartilhar em suas redes sociais também, para nos ajudar a orientar cada vez mais pessoas a manterem uma vida financeira saudável!

Como sair das dívidas: 3 dicas para você

É muito comum que pessoas físicas e até jurídicas se encontrem em situação de dívidas. E isso pode ser muito prejudicial a você, seus sonhos e necessidades, visto que as dívidas afetam seu crédito, impossibilitando serviços como empréstimos, financiamentos e outros. Por isso, organize-se para providenciar a quitação de dívidas que possam estar em seu caminho e abra uma estrada cheia de possibilidades à sua frente.

Como sair das dívidas: Aproveitando oportunidades

como sair das dívidas? foto: SXC.hu

Foto: SXC

Se você deseja saber como sair das dívidas, é porque sua vida financeira está tirando seu sono. Mas não se desespere – tenha o foco da quitação de dívidas na mente e leia as dicas abaixo, para saber como sair das dívidas por meio da quitação de suas pendências financeiras.

O principal ponto, válido tanto para pessoas físicas quanto jurídicas, é saber aproveitar oportunidades conforme aparecem. Especialmente no caso de pessoas físicas, a pressão das ligações de cobrança pode fazer você assumir novas dívidas só para se livrar da insistência dos cobradores anteriores. E, no caso de empresas, a vontade de limpar o nome de seu negócio pode fazer você aceitar a primeira oferta de quitação que receber. Mas este não é o caminho! Portanto, aqui vão 3 dicas para identificar as melhores oportunidades de quitação de dívidas:

  1. Não se deixe assustar pelas ligações de cobrança. Informação nunca é demais. Saber o que pode acontecer com você a seguir, por conta de suas dívidas junto a uma instituição credora, pode dar a você a calma necessária para discernir se as “ameaças” de ligações de cobrança exigem atitudes imediatas ou se têm como objetivo apenas vencê-lo pelo cansaço (ou pela pressão!).
  2. Não tenha receio de esperar a oferta certa para fazer a quitação de dívidas. Da mesma forma que você deve estar disposto a esperar pelo momento certo para assumir novas despesas, você também não deve ter medo de esperar pelo momento certo para fazer a quitação de dívidas. A verdade é que a maioria dos bancos, financeiras e demais instituições às quais você ou sua empresa pode estar devendo realizam campanhas de quitação de dívidas e negociação que são muito interessantes e podem resultar em uma economia relevante.
  3. Esteja disposto a se sacrificar: para facilitar a quitação de dívidas, é importante fazer o maior corte de despesas que for possível em seu orçamento mensal. Isso, muitas vezes, significa sacrificar alguns hábitos e mimos que damos a nós mesmos, como sacrificar aquele café superfaturado que você toma do lado do escritório (e que, ao final do mês, totaliza uns R$400 em gastos, por incrível que pareça!) ou ficar uns meses sem malhar na academia ou ir ao cinema. Se você somar as coisinhas pequenas nas quais investimos nosso dinheiro no dia-a-dia, você vai perceber que, ao final do mês, o impacto em nossas finanças pessoais é maior do que você imaginava.

Outra dica interessante é considerar o seu cadastro positivo como consumidor, seja como pessoa física ou jurídica. Não sabe o que é isso? Aprenda aqui!

Dúvidas, dívidas? Deixe um comentário abaixo e buscaremos orientar você conforme for possível. Além disso, não deixe de compartilhar este artigo em suas redes sociais para ajudar o SOS Dívidas a informar mais pessoas e empresas sobre como sair das dívidas e garantir equilíbrio em suas finanças.

10 Motivos para conhecer o livro – Como Negociar Dívidas

emanuel

Dicas de um livro que pode ser muito útil nestes tempos modernos que estamos sempre “correndo atrás da máquina”. Por isso a lista com 10 bons motivos para conhecer  Como Negociar suas Dívidas.

  1. É difícil encontrar hoje em dia quem não tenha passado por algum aperto com dívidas, não é mesmo? Para quem conhece essa realidade, este livro promete auxiliar seus leitores as melhores formas e maneiras para negociar suas mais diferentes dívidas. Seja com bancos, ou com agiotas;
  2. O autor Emanuel Gonçalves da Silva é um consultor reconhecido, e responsável pelo site SOS Dívidas;
  3. Além disso, o autor já foi alvo de reportagens pelas revistas Época, Você S.A., Claudia, 7 Dias com você, Quatro Rodas, entre outras, além de centenas de jornais a nível nacional, Folha de São Paulo, Estadão, Varias Vezes, O Liberal de Belém do Pará, Jornal do Comercio e Diário de Pernambuco no Recife, entre outros;
  4. O Livro trata-se de uma obra única no Brasil, são mais de 20 anos de experiência do autor, divididos em 23 capítulos que certamente conseguirão auxiliar uma grande variedade de leitores;
  5. Após a leitura deste livro, sua visão deverá ser outra. Os conhecimentos adquiridos nesta leitura serão suficiente como suporte para enfrentar e superar de igual para igual a difícil situação que as pessoas com dívidas passam;
  6. Também é importante reforçar que o primeiro passo para nosso equilíbrio financeiro passa justamente pelo controle das dívidas;
  7. Emanuel Gonçalves da silva já foi entrevistado pelo Programa Jô Soares, Ratinho com enorme repercussão em todo Brasil, entre outras centenas de entrevistas;
  8. O Livro pode ser adquirido diretamente no site SOS Dívidas, por um preço muito justo e com formas de pagamento on-line acessíveis;
  9. Além de lhe preparar para negociar suas dívidas, as dicas do livro contribuirão em muito para a saúde financeira de seu orçamento;
  10. As dívidas muitas vezes atormentam que passa por esse problema, e nem sempre há com quem compartilhar esse problema. Com o livro, os leitores encontrarão aquela voz de apoio em um momento importante de decisões;

livro sobre dividaCompartilhe que você vai ajudar muita gente que precisa aprender a superar dificuldades financeiras.

www.sosdividas.com.br
Fale com Emanuel diretamente:
Telefone 71-923342277 – Tim ou pelo Skype – sosemanuel

Consulta de Busca e Apreensão no TJBA

Agora no site do SOS Dívidas você consegue consultar processos no Tribunal de Justiça da BahiaTJBA, a qualquer momento, online. Trata-se de um serviço importante cuja fonte é o próprio portal do TJBA que já está a disposição dos consumidores, dos quais, muitos infelizmente ainda desconhecem este serviço. Saiba como consultar busca e apreensão de veiculo e outros processos.

sos2-F550x450Este serviço é fundamental, principalmente para o consumidor saber se existe ou não alguma ação de Busca e Apreensão de Veículos. Este tipo de ação vem acontecendo com frequência, nos processos movidos pelos Bancos em todo Brasil, onde o consumidor somente toma conhecimento da ação quando chega um oficial de justiça, de uma vara qualquer do Tribunal de Justiça – TJBA, em sua porta e de surpresa! Sem tempo hábil para que pudesse se defender da ação para evitar a busca e apreensão do veículo.

Como consultar busca e apreensão de veiculo no TJ BA

Consultar processos no TJ BA proporciona ao consumidor, pelo menos, a oportunidade de tomar conhecimento da existência de processos e então procurar resolver estes problemas junto aos seus credores antes que venha a perder seu veiculo através de busca e apreensão.

A consulta processual no Tribunal de Justiça da Bahia pode ser feita não somente a respeito de processos nesta situação, com risco de busca e apreensão, mas sim a qualquer tipo de processo que tenha sido impetrado, tanto por empresas quanto por consumidores.

As consultas podem ser feitas em nossa página especialmente preparada para lhe oferecer a comodidade deste serviço de consultar processos pela internet. Acesse o link direto ao Tribunal de Justiça – TJBA que preparamos para você e consulte processos online e livremente, 24 horas por dia.

Em caso de dúvidas ou para pedir apoio a nossa equipe de consultoria especializada em negociar dívidas, não hesite em nos contatar! Conte com a experiência do consultor Emanuel Gonçalves da Silva, o negociador de dívidas mais aclamado do Brasil.

Fonte imagem: Wikimedia

O drama do nome no SPC

Pois é, todo mundo quer seu nome fora do SPC (Serviço de Proteção ao Crédito), entretanto, poucos conseguem, em comparação a grande quantidade de restrições cadastradas em todo Brasil.

O SPC, em todas as regiões, tem promovido campanhas sempre, para que as pessoas com restrições no nome consigam negociar e pagar suas dividas, possibilitando assim voltar a ter seu nome limpo na praça. Acontece, que muitas destas campanhas promovidas pelos SPC, não atendem exatamente ao imenso universo de pessoas com restrições devido à baixa adesão dos seus associados.

sos3-F550x450

Quando as campanhas começam, muitas pessoas que são convocadas pelo SPC retornam decepcionadas, porque seu credor não promoveu adesão aquela campanha, logo ele não consegue pagar seu débito. Este é um dos maiores problemas e deficiências destas campanhas, que também tem outras falhas na forma de atender dignamente os consumidores que ficam apinhados em filas imensas demorando horas e horas para serem atendidos.

Campanhas do SPC para quitar dívidas

É preciso que o SPC e seus associados atendam as pessoas com o respeito que elas merecem, como consumidores, que embora estejam impedidos de usar o crédito, isso não justifica o carnaval de absurdos cometidos não somente durante estas campanhas, mas sim em quase todas as outras ocasiões.

O SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) poderia desenvolver da melhor forma possível sua finalidade como instituição em promover ações e campanhas de negociação de dívidas com o mínimo de decência no atendimento e na logística, que venham verdadeiramente facilitar a vida do consumidor, que hoje é descriminado por ter seu nome sujo. Este pode perfeitamente voltar a ser um consumidor consciente e eficaz e não promover campanhas com imensas filas expondo os consumidores que querem voltar a ter o nome limpo na praça a situações vexatórias.

Se você está passando por dificuldades na hora de quitar as dividas, entre em contato com a equipe SOS Dívidas. Temos um vasto material em forma de livros, CDs, DVDs, apostilas e ainda oferecemos palestras, cursos, seminários e consultoria personalizada. Avaliamos seu caso, reavemos seu nome limpo na praça e lhe ajudamos a conhecer seus direitos como consumidor.

Chega de ser enganado e usurpado! Conte com a SOS Dívidas para limpar seu nome legalmente.

Fonte imagem: Pixabay

Prefeito desconta empréstimos consignados

O Prefeito de Campo Grande vem cometendo irregularidades com os servidores da Prefeitura ao descontar prestações dos Empréstimos Consignados e não repassar à Caixa Econômica Federal.

Segundo reportagem do Jornal Correio do Estado, o Prefeito Alcides Bernal, do PP, tem descontado o dinheiro da folha de pagamento dos funcionários e simplesmente não repassa à Caixa Econômica Federal, que por sua vez tem cobrado e ameaçando os funcionários de registrar o nome dos mesmos no SPC. Alguns servidores inclusive já receberam cartas do SPC informando que seus nomes serão negativados.

sos4-F550x450

Ilegalidade dos empréstimos consignados

Estes Empréstimos Consignados tem, em sua origem, um contrato celebrado entre a Prefeitura e, no caso, a Caixa Econômica Federal. Assim sendo, na medida em que os servidores tem o valor das parcelas descontadas pela Prefeitura, mesmo a quantia não sendo repassada, a Caixa não pode negativar nem tomar qualquer medida contra os funcionários e sim interpelar o Prefeito de acordo com o contrato vigente. Desta forma, o servidor que estiver sendo vítima do seu nome sujo poderá entrar com ação indenizatória por danos comerciais e morais que certamente vai obter êxito no âmbito judicial.

Infelizmente, várias Prefeituras de municípios espalhados em todo Brasil vem cometendo este absurdo ao se apropriar indevidamente de parte dos proventos dos servidores com origem nos Empréstimos Consignados.

Acontece que os Prefeitos ficam imunes mesmo cometendo desmandos em cima de desmandos. Inclusive estes tipos de contratos celebrados entre instituições financeiras e Prefeituras, se fossem averiguados adequadamente pelos Tribunais de Contas dos Municípios, certamente seriam identificados “acordos” e jogo de interesses que movimentam milhões de reais.

Empréstimos Consignados são uma ilusão para quem realiza este tipo de operação. Além de ficar sujeito a esta situação, o fato é que torna os funcionários e servidores reféns dos Bancos e Financeiras onde os exemplos apresentam que a grande maioria aumenta cada vez mais o endividamento e nunca conseguem se livrar criando dívidas para cobrir dívidas, expandindo o prazo de pagamento e ficando com seus salários retidos pelos Bancos quase que em sua totalidade com outros empréstimos gerados na conta salário.

Proteja-se contra estes e outros tipos de situações que ameaçam a sua paz e o seu patrimônio. O conhecimento é a sua maior arma na defesa dos seus interesses de cidadão, contribuinte e consumidor.

Conheça nossos cursos e materiais exclusivos para obter um conhecimento valioso sobre as armadilhas do sistema financeiro, como negociar dívidas, como livrar-se dos juros e cobranças abusivas, dentre outros assuntos de grande importância na sua vida e de sua família.

Fonte da imagem: Pixabay

O preço de um Rolls Royce segundo a tabela Fipe

Você já teve ou tem a curiosidade de saber quanto custa um Rolls Royce aqui no Brasil?  Qual seria o preço justo de um carro que é uma verdadeira relíquia? Confira estes detalhes logo a seguir, nesta matéria especial que a SOS Dívidas preparou para você. Aproveite para conferir o valor do seu automóvel segundo a Tabela FIPE, que disponibilizamos aqui no site para consulta online do preço de veículos.

Rolls-Royce-Ghost01

Quanto custa um Rolls Royce?

O modelo da Rolls Royce RollsGhost 6.6, V12, Aut. tem seu preço avaliado pela FIPE – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas em R$ 2.400.000 (Dois Milhões e Quatrocentos Mil Reais).

Trata-se de uma das relíquias da Rolls Royce e o carro realmente é uma maravilha que enche os olhos do consumidor.

Veja neste link, imagens impressionantes deste carro luxuoso e procure saborear o visual, sabendo que trata-se de um bem de consumo para poucos consumidores devido seu alto valor de investimento.

Rolls-Royce02Qual o valor do seu carro na tabela FIPE?

Quer saber o valor de mercado do seu carro? Ou quem sabe descobrir qual o preço do carro dos seus sonhos na Tabela FIPE? Consulte agora mesmo, através deste serviço online oferecido pela SOS Dívidas:

Consulte a tabela FIPE

Financiamento de Veículos Bv Financeira

Os fatos mostram que mais de 90% dos veículos adquiridos no Brasil, tanto de carros novos quanto usados, são financiados. Assim, o financiamento de veículos tornou-se a forma mais fácil pra quem pretende comprar um carro e possuir o seu próprio meio de locomoção.

Poucos consumidores fazem contas de juros abusivos, muito menos um breve simulador de financiamento e quase todos aceitam as propostas das financeiras sem fazer as comparações dos valores que são apresentados. São varias as ofertas e facilidades de empresas como a BV financeira, Bradesco financeira, Itaú financiamentos e assim sucessivamente.

sos7-F550x450Aliás, todas elas praticam juros abusivos, mas uma destas em especial, a BV financeira, além dos juros abusivos praticados, comete toda forma de atrocidades na maneira de cobrar dívidas com ameaças de busca e apreensão a todo instante junto aos clientes devedores.

A realidade é que não somente a BV financeira comete estas atrocidades e sim praticamente todas as financeiras. Entretanto, mesmo assim continuam batendo recordes de financiamento de veículos além de financiamento pessoal. L lamentavelmente, estes fatos demonstram o quanto é frágil o poder de indignação da população, de uma forma geral.

Claro que sabemos do poder das enxurradas de publicidades que tanto a BV financeira como as demais utilizam através da grande mídia e isto aliado a falta de cultura orçamentária da população. Isto faz com que, mesmo com juros abusivos, todas estas e outras continuem emprestando dinheiro e depois cobrando ostensivamente daqueles que não conseguem pagar em dia.

Como negociar dívidas sem pagar juros absurdos?

Ninguém percebe nenhuma propaganda na grande mídia alertando os consumidores de uma forma geral para que evitem juros abusivos, que evitem financiamentos que estejam fora de sua capacidade de pagamento. Nas escolas então, nem pensar neste tipo de ensinamentos. E assim empresas como a BV financeira, Bradesco, Itaú, Unibanco e outras, faturam absurdos em cima desta fragilidade de consumo de nossa população.

A única defesa do consumidor está no conhecimento. É preciso conhecer seus direitos e descobrir os segredos das financeiras e empresas de cobrança, que enriquecem as custas do seu empobrecimento, da sua falta de conhecimento nos seus direitos de consumidor.

Conheça os produtos que a SOS Dívidas oferece para que você aprenda a negociar dividas, livrar-se das cobranças dos juros abusivos, limpar o nome no SPC legalmente e outras dicas importantes, através de consultorias, palestras, cursos e materiais que disponibilizamos.

Fonte da imagem: Pixabay

O Drama da Busca e Apreensão

Você já foi ou está sendo vítima dos abusos cometidos pelas empresas de cobrança e escritórios de advocacia? Você sabia que eles se aproveitam da sua falta de conhecimento nos seus direitos para lhe tirar a paz e tudo o que puderem da sua carteira?

sos8-F550x450Fonte da imagem: Flickr

Com um universo de leis e regras desconhecidas da grande maioria do público, não é de se admirar que muitos de nós se tornam vítimas das cobranças abusivas sem sequer ficar sabendo disto! Veja esta matéria produzida pelo consultor Emanuel Gonçalves da Silva e veja se não está passando por algo parecido, com medo das ameaças de busca e apreensão de veículo:

Cliente ameaçado: busca e apreensão ilegal

Recebi um telefonema de um consumidor do Rio de Janeiro, mais especificamente de Niterói, muito perturbado com medo de ameaças constantes de busca e apreensão referente ao financiamento do seu veiculo que já estavam com quatro parcelas atrasadas.

Reclamava que o escritório de advocacia somente aceitava receber as quatro parcelas juntas e as prestações cujo valor original era de R$ 512. Já estavam sendo cobradas todas as parcelas juntas, ou seja, mais de R$ 3 mil Reais e, se em 48 horas não houvesse a quitação, iriam dar sequência na ação de busca e apreensão do veiculo que já tinha sido encaminhada.

Perguntei se ele recebeu pelos Correios alguma correspondência, onde estaria escrito “Notificação Extra Judicial” com AR informando o atraso, além de que seria providenciada ação de busca e apreensão. Ele me respondeu que não e seu endereço continuava o mesmo.

Vejam como esta indústria da busca e apreensão de veículos se aproveita da desinformação dos consumidores! Todos os advogados que trabalham nesta área sabem que é pressuposto autorizador para o ajuizamento da ação de busca e apreensão a prévia notificação do devedor, ou seja: ação de busca e apreensão de veículos ajuizada sem a notificação extrajudicial ao devedor deve ser extinta por falta de pressuposto de constituição e de desenvolvimento válido e regular do processo, conforme o Artigo 267, inciso IV, do CPC (Código de Processo Civil).

sos 9-F550x450Fonte da imagem: Flickr

Logo argumentei e fui tranquilizando: o consumidor que já tinha quitado dois terços do financiamento total realizado, recentemente passou por “apertos” e atrasou estas quatro parcelas. Mesmo assim, para tranquilizar ainda mais o consumidor, entrei no site do TJ-RJ para fazer uma pesquisa e constatei que não existia de fato nenhum processo de busca e apreensão de veículos contra o mesmo.

Orientei a ele que, quando recebesse novas ligações (eram duas a três ligações todo dia), deveria demonstrar os conhecimentos que eu lhe passei e, ainda por cima, transmitir que ele é quem iria entrar na justiça pelas cobranças de juros abusivos de que estava sendo vítima!

No dia seguinte, ele me ligou eufórico agradecendo muito e informando que, após ouvir a nova postura, o escritório de advocacia mudou completamente! Resolveu reduzir os juros de mora para 1% ao mês e assim ele preferiu quitar as quatro parcelas vencidas. Estava livre do drama de busca e apreensão de veículos!

Reafirmou que iria aguardar o pagamento das parcelas restantes e após quitar tudo, iria entrar com ação revisional para contestar as outras irregularidades que existem no contrato: como diferença de juros abusivos, TAC – Taxa de Abertura de Crédito, despesas com Gravame e até IOF, dentre outras, que podem e devem ser contestadas e devolvidas em dobro conforme previsto no Artigo 42 do CDC.

Agradeceu-me bastante e finalizei reforçando a ele: “Conhecimento é o maior patrimônio do cidadão”. Assim e somente assim, o consumidor consegue se livrar dos abusos e das ilegalidades que são vítimas em nosso cotidiano. Fica a dica!

Artigo publicado pelo autor Emanuel Gonçalves da Silva, consultor financeiro renomado, especializado em negociação de dívidas. Presença marcante em eventos e entrevistas de utilidade pública, sempre orientando o consumidor sobre seus direitos através de cursos, palestras, livros, CDs, DVDs e outras formas de mídia.

Aprenda a se defender contra os abusos de cobrança

Conheça os produtos exclusivos oferecidos pela SOS Dívidas e nunca mais seja vítima dos juros e cobranças abusivas. Clique aqui para ser direcionado à página de produtos criados pelo consultor Emanuel Gonçalves da Silva e saiba mais.

Como negociar dívidas com IPTU em Salvador

O endividamento da população com IPTU vem tomando proporções que muitas vezes fogem completamente do controle. Em Salvador, a palavra de ordem é negociar dívidas do IPTU seja em que estágio a divida se apresente, entretanto, as coisas na pratica não são tão fáceis. Saiba por que:

sos 10-F550x450Fonte imagem: Pixabay

Negociar dívida do IPTU em Salvador

Os reajustes que foram concedidos recentemente pela prefeitura de Salvador vêm causando enorme revolta, e muitos contribuintes deixam de pagar o IPTU por não concordar com aumentos absurdos (em muitos casos, chegam a mais de 100% de aumento).

Claro que é possível contestar estes aumentos abusivos, tanto de forma administrativa diretamente no SEFAZ (Secretaria da Fazenda), quanto na justiça, caso o problema necessite deste tipo de providencia. O importante é que o contribuinte não deixe acumular meses e meses sem uma solução, porque se isto acontecer, o problema fica mais grave e de repente a divida com seu IPTU pode ficar impagável.

Complicado mesmo são os milhares de contribuintes cujas dividas já se encontram na Divida Ativa e em execução. Estes contribuintes precisam correr para encontrar uma forma de regularizar suas situações para evitar, inclusive, que aconteçam sentenças com ordem judicial de bloqueio online em conta corrente do contribuinte, como vem acontecendo em muitos casos.

sos 11-F550x450Fonte da imagem: Pixabay

IPTU com dívida prescrita. Você sabia?

O fato é que sempre existe uma solução, desde que seja analisado caso a caso. Há muitas situações de dividas com IPTU mais antigas, onde cabe até prescrição dos débitos atrasados. Exatamente, existem muitas dividas prescritas as quais são desconhecidas da maioria dos contribuintes.

Negociar dívidas com IPTU de Salvador é necessário e pode ser feito urgentemente. Desta forma, o contribuinte poderá tirar sua certidão negativa do município e eliminar este problema que tira o sono de qualquer pessoa!

Saiba mais sobre a consultoria especializada que a SOS Dívidas lhe oferece para regularizar pendências com IPTU em Salvador clicando aqui.