Busca e Apreensão de Veículos: 3 dicas para escapar dessa fria!

Caros leitores, a situação econômica não está boa para ninguém. A inadimplência cresce, os juros aumentam e as dívidas acumulam. E o que mais causa sofrimento e prejuízo para o consumidor é a busca e apreensão de veículos, prática “marginalizada” pelas financeiras, que se utilizam de má fé para conduzir seu consumidor à pior situação financeira possível. Mas há 3 hábitos que você pode praticar para evitar cair nessa situação. E a SOS Dívidas vai compartilhá-los com você neste artigo! Leia e descubra!

  1. Evite financiar automóveis, para evitar a busca e apreensão!

O primeiro mandamento para evitar a busca e apreensão é entender por que ela acontece. A busca e apreensão de veículos em contratos de financiamento atrasados só são realizadas por conta da condição de garantia do veículo. Isto é: em um contrato de financiamento de veículos, o carro que você financiou serve de garantia para a financeira. Se você vier a não pagar suas prestações regularmente, você está autorizando a financeira a tomá-lo de você. Portanto, pode ser uma boa ideia evitar contratos de financiamento e dar preferência a consórcios, empréstimos pessoais e outros tipos de crédito que não colocam o carro em alienação fiduciária (que é justamente o caso de carros que são dados como garantia em contratos de financiamento). Naturalmente, os juros de financiamentos de automóveis são mais competitivos, mas só o diferencial de ter um carro desligado de qualquer obrigação contratual já pode ser um motivo de grande alívio – e pode até tornar mais atraentes os juros mais altos de um simples empréstimo pessoal.

  1. Nunca acumule 3 parcelas atrasadas em seu contrato de financiamento

Agora que você já sabe por que a busca e apreensão de veículos é realizada em situações de inadimplência (por conta da condição de garantia do veículo perante o contrato), vamos para o próximo mandamento. Todos nós sabemos que, mesmo veladamente, as financeiras são o verdadeiro inimigo do consumidor. Principalmente, quando há uma situação em que a busca e apreensão de veículos seja possível! Então, para evitar perder seu veículo para uma busca e apreensão, o melhor hábito que você pode ter é não deixar atrasar 3 parcelas em seu contrato de financiamento. As financeiras enviam para assessorias de cobrança e dão entrada na busca e apreensão de veículos quando há, no mínimo, 3 parcelas atrasadas no contrato. Não é lei, mas é uma prática comum do mercado. Dessa forma, tente manter as parcelas sempre em dia e, em hipótese alguma, deixe acumular 3 parcelas atrasadas!

  1. Informe-se: o conhecimento é sua maior arma!

As centrais de atendimento das financeiras e assessorias de cobrança infelizmente não são treinadas como deveriam. Com isso, acabam passando o consumidor para trás, seja conscientemente ou não. Dessa forma, informar-se quanto às leis do consumidor e os seus direitos de inadimplente (sim, inadimplentes também têm direitos!) é sua maior arma na luta contra os juros abusivos e as más práticas de cobrança. A SOS Dívidas está aqui para isso: auxiliar você na sua educação financeira!

Agora, ficou mais fácil evitar a situação desagradável da busca e apreensão de veículos! Para saber mais informações sobre como controlar sua situação financeira e melhor negociar suas dívidas, leia os demais artigos da SOS Dívidas e conheça nossos livros e cursos!

Emanuel Gonçalves
Emanuel Gonçalves
Fundador do blog SOS Dividas, especialista com mais de 20 anos no mercado como consultor financeiro, também Autor do Ebook " Como Negociar Dívidas" que vem ajudando milhares de Brasileiros a saírem do vermelho e reestrutura sua vida financeira.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *