Montando uma Planilha Financeira: 4 estratégias para evitar Dívidas

planilha-financeira

A melhor forma de retomar o controle de suas finanças é organizar suas obrigações financeiras mês a mês. E a forma mais eficaz de fazer isso é montando uma planilha financeira com a ajuda de um software como o Excel da Microsoft, em seu computador ou notebook.

Para facilitar seu processo de organização financeira, aqui vão 4 rápidas Estratégias para evitar dívidas e montar uma planilha financeira que ajude você a quitar dívidas antigas e evitar contrair novas.

1- Estabeleça um sistema de Prioridade para suas Contas

Quando o dinheiro não dá para pagar tudo dentro do mês, precisamos escolher quais contas podem ser pagas depois. E a forma mais saudável de fazer isso é estabelecendo um sistema de prioridades para as suas contas.

Você pode dar “notas” ou “estrelas” e, assim, classificar as contas que são mais importantes em sua planilha financeira.

Comece pelas contas de serviços que possam ser cortados em sua casa e que podem deixar você passando necessidade. Isto é: luz, água, internet e telefone. Esses e outros serviços que podem ser interrompidos em caso de atraso no pagamento precisam de maior nível de prioridade.

Contas com juros abusivos, como cartões de crédito (principalmente no caso de “pagamento mínimo”, o pagamento com maiores juros no sistema de cartão de crédito), também devem ser pagas de uma vez, para que a dívida não se agigante antes mesmo de você perceber.

2- Comece sua Planilha Financeira com os gastos fixos mensais

Ao montar sua planilha financeira, comece listando as contas de valores fixos. Essas serão as mais fáceis de estudar todo mês, já que terão sempre o mesmo valor. Contas de valor variável precisam ser incluídas depois que a fatura chegar a sua casa e você souber o valor exato.

Trabalhar com estimativas pode ser complicado e pode pegar você de surpresa quando os valores forem maiores do que você esperava. Para evitar isso, busque serviços e despesas sempre de valor fixo e você não terá mais surpresas em sua planilha financeira!

3- Separe uma meta de gasto para compras e lazer, e atenha-se à meta!

Existem gastos que nem sempre podemos prever, nem estimar, como as compras de mês (que podem variar de acordo com as necessidades da casa e da família) e os gastos com lazer, que também são muito importantes para garantir nossa qualidade de vida.

Dessa forma, ao montar sua planilha financeira, separe um valor para estes gastos. Depois, organize-se para não ultrapassar este valor em hipótese alguma. Se você está endividado, tente manter gastos mínimos com lazer, mas sem se privar do prazer de viver!

4- Faça uma Planilha separada para suas dívidas

Se você está endividado e gostaria de, todo mês, ir pagando as dívidas que puder, vale organizar sua planilha financeira em duas partes: as contas do mês e, separadamente, suas dívidas.

Primeiro, priorize pagar as contas do mês, de acordo com o nível de importância (e considerando os gastos com compras e lazer que você terá no decorrer daquele mês).

E se somente sobrar dinheiro naquele mês, recorra à planilha de dívidas e veja qual você poderá quitar. Você pode quitar de acordo com prioridade também: você pode pagar a dívida de valor mais próximo do valor que sobrou.

Pode quitar a dívida que for maior ou mais importante para a recuperação de seu crédito como consumidor; ou pode segurar este dinheiro que sobrou como reserva para quitação de uma dívida ainda maior no próximo mês, o que é uma decisão muito responsável também para sua vida financeira.

E se não sobrar dinheiro e você receber uma proposta imperdível de quitação de uma dívida?

Nossa dica, prezado leitor, é manter o controle e não ceder ao impulso de pagar a dívida. A tendência das empresas de cobrança e instituições financeiras é aumentar os descontos e as facilidades para a quitação de sua dívida, conforme ela vai ficando mais e mais antiga.

Afinal, conforme se aproxima o período de prescrição de sua dívida, as empresas de cobrança e instituições financeiras vão perdendo a esperança de recuperar o dinheiro e acabam aceitando oferecer facilidades maiores na renegociação.

Além do que, deixar de pagar uma conta do mês para quitar uma dívida é a mesma coisa que possibilitar a contração de uma nova dívida.

E “despir um santo para vestir o outro” não é progresso!

Então, organize suas contas com uma planilha financeira e, com passos curtos e constantes, você conseguirá chegar ao seu objetivo: uma vida financeira saudável!

Disponibilizamos  para você materiais informativos elaborados especialmente pelo renomado consultor Emanuel Gonçalves da Silva. 

Se você deseja aprender mais sobre seus direitos em relação a Código do Consumidor, Negociação de Dívidas e melhorar a sua situação Financeira acesse o link abaixo e acesse gratuitamente nosso Ebook: 15 Dicas Infalíveis para Negociar Dívidas, um conteúdo exclusivamente para pessoas que desejam ter equilíbrio financeiro e prosperidade em suas vidas.

Clique aqui para acessar!

Se você gostou do nosso conteúdo deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos!

Emanuel Gonçalves
Emanuel Gonçalves
Emanuel Gonçalves é Fundador do blog SOS Dividas, especialista com mais de 20 anos no mercado como consultor financeiro, também Autor do Ebook " Como Negociar Dívidas" que vem ajudando milhares de Brasileiros a saírem do vermelho e reestrutura sua vida financeira.

Gostou? Deixe o Seu Comentário!

Um Comentário em “Montando uma Planilha Financeira: 4 estratégias para evitar Dívidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um Comentário em “Montando uma Planilha Financeira: 4 estratégias para evitar Dívidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *