Cartão de Crédito Banco do Brasil – Como Utilizar?

Cartão de Crédito Banco do Brasil – Como Utilizar?

Segundo o Banco Central do Brasil, chamado também de Bacen, o Banco do Brasil registrou, no segundo trimestre de 2019, mais de 65 milhões de clientes. Assim, o BB torna-se o quarto maior banco do Brasil em relação a este parâmetro. Logo, observando este número expressivo, percebe-se que o BB é uma instituição bancária brasileira muito importante e que milhares de indivíduos adquirem os seus produtos e serviços. E, um dos produtos muito procurados é o cartão de crédito do Banco do Brasil, visto que este possui um dos juros de rotativos mais baixos no país.

Porém, mesmo que o cartão do Banco do Brasil possua um dos menores juros do país em relação a outros bancos, ainda assim é preciso ter precaução ao utilizar esta ferramenta, visto que o cartão de crédito é um dos principais motivos de inadimplência e endividamento no país. E, isto ocorre pois esta modalidade de crédito possui as taxas de juros mais altas do mercado. Logo, para que os usuários dos cartões de crédito continuem sempre com o nome limpo e sem complicações financeiras, é preciso ter atenção com esta ferramenta, para que não haja excesso no uso.

Como utilizar corretamente o cartão de crédito do Banco do Brasil?

Assim como ocorre com os demais, é preciso ter muito cuidado no que se relaciona ao uso dos cartões de crédito do Banco do Brasil. Isso é necessário, pois, como mencionamos, os juros desta modalidade de crédito são os maiores do mercado e podem levar muitas pessoas à inadimplência, caso o cartão seja utilizado excessivamente e sem planejamento financeiro.

De acordo com o Banco Central do Brasil (Bacen), a taxa média de juros ao ano, referente ao rotativo do cartão de crédito em julho de 2019 foi 300,29%, e a referente ao parcelamento da fatura, 175,24%. Assim, percebe-se que o usuário do cartão de crédito sofre juros altíssimos caso não consiga pagar a sua fatura integralmente.

Saiba como utilizar os cartões de crédito do Banco do Brasil.

Desta forma, é irrefutável que o cliente fará bom uso do seu cartão de crédito Banco do Brasil caso realize um planejamento financeiro e o cumpra, a fim de sempre quitar toda a sua fatura, evitando pagar o mínimo desta ou solicitar o parcelamento.

Os juros do rotativo, o mais alto das operações de crédito, são cobrados quando o cliente não quita a sua fatura integralmente, optando pelo mínimo ou pelo pagamento parcial. Antes, os usuários dos cartões de crédito tinham a possibilidade de utilizar o rotativo sempre que necessário, não havendo uma limitação. Entretanto, em 2017, o Banco Central determinou que os bancos só poderiam permitir o uso do rotativo durante 30 dias. Após este período, caso o cliente não pague a dívida integralmente, ele terá que optar por uma opção de parcelamento.

Esta determinação do Bacen não beneficiou as instituições bancárias, visto que estas lucram mais com o rotativo, mas sim os consumidores. Impedindo que estes utilizem o rotativo excessivamente, o Banco Central diminui o endividamento constante, devido à cobrança de juros altos. Antes, os clientes entravam em uma “bola de neve”, ao pagarem o mínimo do cartão durante meses seguidos.

Como escolher um cartão de crédito Banco do Brasil?

O planejamento financeiro envolve que o cliente escolha o cartão que melhor irá lhe atender e beneficiar. Logo, é preciso estar atento na hora de optar por um cartão de crédito Banco do Brasil. Analise todas as opções e saiba qual lhe convém, observando principalmente as vantagens, acúmulo de pontos, anuidade e também gasto mínimo para isenção desta. Confira abaixo algumas opções de cartões oferecidos pelo BB.

Ourocard Fácil: O Ourocard Fácil é um cartão que oferece isenção de anuidade ao cliente caso ele realize compras de no valor mínimo R$ 100,00 mensalmente. Caso este gasto mensal mínimo não seja atingido, será cobrada um valor de R$5,00 por mês. Este cartão não participa do Programa de Pontos, e pode ser solicitado por correntistas e também não-correntistas do Banco do Brasil.

Com este cartão de crédito do Banco do Brasil, o cliente usufrui de descontos em shows e promoções exclusivas, além de poder realizar todos os pagamentos por aproximação. Ademais, o Ourocard Fácil também é aceito no exterior.

Ourocard Gold: Este cartão possui anuidade entre R$ 354,00 e R$ 372,00, que é determinada de acordo com a escolha de bandeira, seja ela Visa ou Mastercard. Ainda, este cartão possui limite de renda de R$ 2.000,00 caso seja solicitado por não-correntistas do Banco do Brasil.

Os usuários do Ourocard Gold possuem diversos benefícios, como o acesso à Sala Vip, Serviço de Assistência ao Viajante, Mastercard Global Service, Seguro Acidente em Viagem, Seguro Locação Automóvel, dentre outros, caso seja da bandeira Mastercard.

Ourocard Elo Grafite: Além do cartão de crédito Ourocard Elo Grafite oferecer aos seus usuários a conversão de 1US$ gasto em 1,4 pontos no Programa Ponto pra Você, também possui diversos outros benefícios. Por exemplo, caso o cliente realiza a adesão ao Clube de Benefícios do BB, ele usufrui de carência de 12 meses no pagamento da anuidade. Também, os usuários deste cartão de crédito do Banco do Brasil podem acessar salas VIP. A anuidade para o cartão titular é R$ 444,00 à vista ou 12 parcelas de R$ 37,00. Já para o cartão adicional, R$ 222,00 ou 12 parcelas de R$ 18,50.

Ourocard Elo Mais: Com o Ourocard Elo Mais, a cada 1US$ gasto ou o equivalente em real, acumula-se 1,2 pontos para ser trocado no Programa Ponto pra Você. Ademais, os clientes usufruem de descontos em cinemas e shows. Ele pode ser usado por correntistas, com dupla funcionalidade, realizando compras no débito e crédito.

Com este cartão, também, os clientes que aderem ao Clube de Benefícios do BB têm carência de 12 meses para começarem a pagar a anuidade. Ou seja, a primeira anuidade é gratuita. Para o cartão titular, o valor é R$ 306,00 ou 12 parcelas de R$ 25,50. Já em relação ao cartão adicional, a anuidade deste é 12 parcelas de R$ 12,75 ou R$ 153,00.

Emanuel Gonçalves

Emanuel Gonçalves é Fundador do blog SOS Dividas, especialista com mais de 20 anos no mercado como consultor financeiro, também Autor do Ebook " Como Negociar Dívidas" que vem ajudando milhares de Brasileiros a saírem do vermelho e reestrutura sua vida financeira.

Os comentários estão fechados.
WhatsApp chat