Entrevista Sobre Negociação de Dívidas na Rádio Nacional de Brasília

Entrevista Sobre Negociação de Dívidas na Rádio Nacional de Brasília

Fui entrevistado pela Rádio Nacional de Brasília sobre Negociação de Dívidas e a repercussão foi imensa, principalmente porque diversas situações foram debatidas e esclarecidas aos ouvintes desta conceituada emissora.

A entrevista foi ao vivo no programa TARDE NACIONAL com os apresentadores Luciano Barroso, Dáurea Grámatico e Anchieta Filho.

Ouça agora, CLIQUE AQUI:

Negociação de Dívidas é sempre um tema extremamente relevante, afinal de contas são milhões de endividados em todo Brasil, sendo submetidos a todos tipo de arbitrariedades. As perguntas foram extremamente pertinentes ao dia a dia dos devedores.

Em uma das respostas, destaquei que os devedores encontram muitas dificuldades quando procuram os credores para tentar negociar suas dívidas, por incrível que pareça, são barreiras das mais elementares possíveis, seja por telefone, por email ou pessoalmente.

Os credores reclamam do elevado índice de endividamento, mas são também responsáveis não somente pela elevação da inadimplência, como também pela manutenção desta situação já que seus canais de atendimento são totalmente deficientes.

Por exemplo: quando o consumidor telefona para um desses bancos, financeiras ou grandes redes de lojas para comprar seguros, capitalização ou algum outro produto, observe que as facilidades e o nível de atendimento são bem mais eficientes; são atenciosos, pacientes, apresentam alternativas e tudo mais, agora, quando o devedor telefona tentando negociar dívidas, a coisa muda totalmente de figura…

Primeiro, os telefones divulgados, ou melhor, mal divulgados, demoram eternidades para atender, quando consegue atendimento a dívida já está em outro lugar e então já fornecem outros números e assim continua a peregrinação apenas para começar a negociar uma dívida e desta forma o devedor acaba desistindo.

Uma venda termina no recebimento e a cobrança de dívidas deveria ser tratada como uma extensão da venda realizada, mas os credores agem de forma diferente, tratam bem para vender porem, tratam mal para cobrar e esta realidade em minha opinião, é responsável pela manutenção da metade do total de endividados em todo Brasil, é isso mesmo, se houvesse uma postura diferente, se o devedor fosse tratado adequadamente, certamente muitas das dívidas pendentes de negociação já poderiam ter sido resolvidas.

Observem, quando acontece essas campanhas promovidas por associações comerciais ou câmara de dirigentes lojistas para negociar dívidas, são filas intermináveis de devedores, buscando uma solução, certamente a maioria estão dentro deste contexto mencionado acima.

Emanuel Gonçalves da Silva

Consultor de Dívidas e Escritor

www.sosdividas.com.br/negociar-dividas

Emanuel Gonçalves

Emanuel Gonçalves é Fundador do blog SOS Dividas, especialista com mais de 20 anos no mercado como consultor financeiro, também Autor do Ebook " Como Negociar Dívidas" que vem ajudando milhares de Brasileiros a saírem do vermelho e reestrutura sua vida financeira.

Os comentários estão fechados.
WhatsApp chat